maio 19, 2022

970×90

Uso do Facebook eleva a expectativa de vida, aponta estudo

O uso moderado do Facebook pode estar associado a uma maior expectativa de vida, concluiu um estudo realizado por sociólogos da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

A equipe cruzou dados de 12 milhões de usuários do Facebook na Califórnia com seus registros médicos. Com artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, a pesquisa concluiu que os usuários do Facebook nascidos em determinado ano têm mortalidade 12% menor do que aqueles com mesma idade que não usam a rede social. “Interagir online parece ser saudável quando a atividade é moderada e complementa interações pessoais”, explicou o diretor do estudo, William Hobbs.

De acordo com ele, os resultados confirmam teoria elaborada em 1979 pela socióloga Lisa Berkman de que os vínculos sociais levam a uma maior expectativa de vida. Ainda assim, o sociólogo reconheceu que as conclusões também devem estar associadas às condições econômicas e sociais de pessoas que usam ou não o Facebook.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde