setembro 22, 2019

970×90

Veja a lista dos prováveis secretários de ACM Neto

No último sábado (17), o prefeito ACM Neto (DEM) anunciou mais dois nomes que farão parte do seu novo governo: Humberto Viana e Júnior Magalhães continuarão em suas respectivas funções, o primeiro na Ouvidoria-geral da prefeitura de Salvador, e o segundo na direção geral das prefeituras-bairro. A confirmação foi feita durante evento das prefeituras-bairro na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB).

A configuração do próximo governo de Neto tem causado rebuliço e especulações desde as eleições, quando o democrata anunciou que estava preparando uma reforma administrativa. Finalmente detalhada em novembro, soube-se que seriam excluídas antigas secretarias e criadas novas pastas, mas desde então o alcaide tem evitado mencionar quem escolheria para compor o organograma da próxima gestão.

Até o momento, entretanto, foram confirmados Guilherme Bellintani para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Econômico, e o vice-prefeito, Bruno Reis (PMDB), para a articulação política, desempenhando as funções da extinta Secretaria de Relações Institucionais (Serin). Por outro lado, especula-se que os vereadores Alberto Braga (PSC), Paulo Câmara (PSDB) e Geraldo Júnior (SD) também podem assumir pastas. Júnior, inclusive, já confessou que tem conversado informalmente com pessoas ligadas à gestão, mas ressaltou que apenas Neto tem poder de decisão.

No começo da semana, o prefeito viajou a Brasília para conversar com lideranças do PSDB, DEM, PMDB e PRB, do que devem sair afunilamentos e acordos políticos. Conforme mostramos ontem, a deputada federal e presidente do PRB na Bahia, Tia Eron, era cotada para assumir uma secretaria. A especulação foi tanta que o demista chegou a lançar uma nota desmentindo os boatos, afirmando que está conversando com líderes para “fazer um secretariado de primeiro nível, como tem que ser, como sempre tem sido”.

A reforma feita pelo alcaide e sua equipe, com o intuito de “economizar R$ 104,6 milhões”, foi aprovada essa semana na Câmara Municipal em meio aos questionamentos da oposição. À Tribuna, a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) disse que era contraditório criar três novas secretarias sob o discurso de austeridade apregoado pelo chefe do Executivo municipal.

Anúncio oficial ocorre até dia 23

Na última quinta-feira, o prefeito ACM Neto (DEM) disse que a lista de nomes para ocupar o secretariado estava 90% fechada, e que faria o anúncio entre os dias 22 e 23, mas ressaltou que pode adiar até o dia 28. Durante a cerimônia de diplomação ocorrida na última quinta-feira no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o democrata assegurou que vem trabalhando para formar uma equipe qualificada e que dinamize a gestão.

Outro assunto abordado pelo alcaide foi a crise econômica, um dos motivos do redesenho administrativo do governo, garantindo que o Executivo não teria reajuste em 2017. “Teremos pelo menos seis meses para ver como se comportará a economia e contas públicas. Estamos adotando medidas duras. Fico com o coração apertado, acreditem, pois estamos demitindo gente. Temos como fazer. É descabido falar de reajuste. Não terá o meu apoio, nem minha concordância. Postergar (o reajuste) para o futuro pode ser um caminho”, declarou, referindo-se também à possibilidade de os vereadores aumentarem o próprio salário.

Sobre o reajuste linear dos servidores, Neto foi impreciso ao dizer que é preciso esperar o desempenho da economia nacional.

Primeiro Escalão:

Fazenda: Paulo Souto [DEM]

Desenvolvimento e Urbanismo: Guilherme Bellintani [DEM]

Cultura e Turismo: Cláudio Tinoco [DEM]

Gabinete (não é considerado secretaria): João Roma [PRB]

Manutenção: Marcílio Bastos [PRB]

Promoção Social e Combate à Pobreza: Tia Eron [PRB]

Casa Civil: Luiz Carreira [PV]

Saúde: José A. Rodrigues

Trabalho, Esporte e Lazer: Geraldo Júnio [SD]

Reparação: Ivete Sacaramento

Mobilidade: Fábio Mota [PMDB]

Educação: Paloma Modesto [PSDB]

Comunicação: Paulo Alencar

Políticas para Mulheres: Taíssa Gama [PTB]

Cidade Sustentável: André Fraga [PV]

Infraestrutura e Obras Públicas: Almir Melo Jr. [PMDB]

Ordem Pública: Paulo Câmara [PSDB]

Gestão: Surpresa técnica

Segundo Escalão:

Agência de Regulação de Serviços: Alberto Braga [PSC]

Conservação e Obras Públicas: Orlando Castro [PMDB]

Defesa Civil: Álvado da Silveira Filho [PMDB]

Iluminação Pública: Bruno Barraç [PSDB]

Coordenação Prefeituras-Bairro: Júnior Magalhães [DEM]

Empresa Salvador Turismo: Isaac Edington [PTB]

Fundação Gregório de Mattos: Fernando Guerreiro

Fundação Mário Leal Ferreira: Tânia Almeida

LIMPURB: Kaio Moraes

Ouvidoria: Humberto Viana

Transalvador: Fabrizzio Muller

 

 

 

Por Guilherme Reis / Tribuna / LF News

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: