novembro 26, 2020

970×90

Vitamina C pode combate à depressão

Vitamina C pode combate à depressão

Comumente associada à prevenção de gripes e resfriados, a vitamina C pode representar uma esperança de evolução no tratamento de transtornos depressivos. Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) tem realizado experimentos em modelos de depressão em animais, com o uso do ácido ascórbico.

Os experimentos com camundongos já demonstram, segundo informações do G1, que a substância potencializa o efeito de três antidepressivos disponíveis – fluoxetina, imipramina e bupropiona. Mesmo o uso dos medicamentos em doses menores, quando associados ao ácido ascórbico, reduziu os sintomas dos animais. “Os antidepressivos têm muitos efeitos adversos, que são inclusive motivo de abandono do tratamento.

Se conseguirmos baixar essa dose ao associá-los com um agente sem efeitos colaterais, teria talvez uma estratégia terapêutica muito promissora no tratamento da depressão”, afirmou a pesquisadora Ana Lúcia Severo Rodrigues.

No entanto, não é o papel de vitamina da substância que gera esses efeitos. “O ácido ascórbico é conhecido pelo público como uma vitamina hidrossolúvel necessária na alimentação. Mas é uma substância que também modula a função do sistema nervoso”, explicou a cientista.

Os efeitos foram observados em camundongos nos quais os sintomas depressivos foram induzidos por meio da administração do fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa). “O TNF-alfa seria um dos componentes envolvidos na resposta inflamatória que pode estar promovendo comportamento depressivo”, disse a pesquisadora. Ainda assim, Ana Lúcia lembrou que os resultados não são suficientes para recomendar o uso da estratégia a seres humanos.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde