setembro 27, 2021

970×90

Wagner associa liderança de ACM Neto em pesquisa à corrida de cavalo paraguaio” sai na frente e na reta final cansa”

Wagner associa liderança de ACM Neto em pesquisa à corrida de cavalo paraguaio” sai na frente e na reta final cansa”

O senador e virtual candidato ao governo da Bahia, Jaques Wagner(PT), nesta segunda-feira, 29, durante entrevista à rádio Sociedade, avaliou o resultado da pesquisa do Instituto Paraná divulgada na última quinta-feira, 25, que aponta o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto(DEM) com percentual entre 49,3% e 56,5% na corrida para governador, enquanto Jaques Wagner(PT) tem, 21,4%. Wagner disse que é muito cedo pra falar em eleição e lembrou dos resultados das eleições na Bahia em 2006 e 2014.

“Eu acho que pesquisa quantitativa que foi essa que sai ai, a um ano e tanto antes da eleição, quando o povo tá agoniado com vacina, auxílio emergencial e o emprego, que tem tanta gente falecendo, e tantas famílias enlutadas…falar em pesquisa eleitoral nesse momento o desinteresse é grande. Então, não mexe com a minha emoção. Tanto faz se estivesse atrás ou se tivesse na frente. De qualquer forma, se for pra brincar, eu diria pra quem tá muito alegre ai quem encomendou eventualmente a pesquisa pra poder divulgar resultado da eleição. Você lembra do jornal Nacional da véspera a eleição de 2006. A eleição da Bahia estava resolvida em primeiro turno para o outro lado, daqui a pouco eu ganhei a eleição no primeiro turno. Em 2014, com Rui, foi a mesma coisa, todo mundo dizia que Rui não iria pra lugar nenhum. Então pra mim é bobagem, sinceramente, é desinformação. Mas tem gente que gosta pra ficar dizendo…, mas quando chega na reta final é igual aquele cavalo paraguaio, sai na frente e quando chega na reta final, fica pra trás porque cansa. Então, vamos esperar. Tem tanta água pra rolar, tanta água pra saber quem será o candidato a nível nacional então eu não prefiro não arriscar”, finalizou Wagner

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde