dezembro 07, 2019

970×90

Workshop destaca desafios no enfrentamento da depressão entre crianças e adolescentes

Workshop destaca desafios no enfrentamento da depressão entre crianças e adolescentes

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente 300 milhões de pessoas no mundo têm depressão. Cada vez mais crianças e adolescentes vem sendo diagnosticados com a doença que pode até levar à morte. Atenta a estes dados, a Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEMDESC) – promoveu nesta quarta-feira (16), na Faculdade Unime, o I Workshop sobre Depressão em Crianças e Adolescentes.

O tema central foi “Depressão: Desafio para a geração Z e Alpha”, atraindo estudantes dos cursos de Serviço Social, Psicologia, Pedagogia e Letras. A psicóloga Isabella Assis abordou fatores biológicos e as relações interpessoais na família e na escola. Em seguida, o psiquiatra Rogério Jesus falou sobre o uso de medicações, e a nutricionista Hana Vieira fez uma abordagem referente a dieta anti-inflamatória que, segundo ela, pode favorecer o tratamento de pessoas com transtorno psiquiátrico.

“As doenças inflamatórias têm sido associadas à depressão e quanto maiores os níveis de citocinas inflamatórias, maior é a severidade da depressão. Nota-se que, por meio de algumas abordagens nutricionais associadas ao tratamento com antidepressivos, é possível melhorar a qualidade de vida do paciente” comentou a nutricionista.

Para a secretária da SEMDESC, Huldaci Santana, a realização destes eventos é fundamental para expandir o conhecimento no município. “A SEMDESC desenvolve ações educativas na área de criança e adolescente visando assegurar os direitos presentes no Estatuto. O I Workshop sobre Depressão trouxe a temática para auxiliar na prevenção e regressão desta doença que tem sido tão comum entre os jovens”, afirmou.

Como ajudar?

Para ajudar quem apresenta algum comportamento depressivo é importante procurar atendimento médico. Em Lauro de Freitas a população deve procurar acompanhamento gratuito nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e nas Unidades Básicas de Saúde, Samu (192), UPA 24 ou Centro de Valorização à Vida – CVV (188).

CAPS Infantil

Para crianças e adolescentes a Prefeitura de Lauro de Freitas disponibiliza o CAPS Infantil (Centro de Atenção Psicossocial), que atende a faixa etária de 2 a 18 anos e atualmente acolhe 270 pessoas e 684 familiares. Com uma equipe multiprofissional, somente este ano, até setembro, realizou 1.035 consultas psiquiátricas. O acolhimento é realizado às segundas e terças-feiras.

Jornalista: Iana Silva

Fotos Iago Morais

ASCOM Prefeitura de Lauro de Freitas

17/10/2019

71 3288 8371

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: