novembro 17, 2018

970×90

Alice Portugal protesta contra extinção do Ministério do Trabalho

Alice Portugal protesta contra extinção do Ministério do Trabalho

A deputada afirma que as unidades do SineBahia serão mantidas, apesar do fim do ministério

“É uma agressão com quem trabalha no Brasil”. É assim que a deputada Alice Portugal (PCdoB/BA) classifica a decisão do presidente eleito de acabar com o Ministério do Trabalho. Para a parlamentar, é um total desrespeito com os trabalhadores e as trabalhadoras afirmar que este ministério não tem função no Brasil, como afirmou Bolsonaro. Alice apoia e se soma à luta dos servidores que estão nas ruas para impedir este grande retrocesso.

“O Ministério do Trabalho não tem apenas a função de garantir registros sindicais, como pensa Bolsonaro. Tem a função de exercitar políticas estratégicas, o combate ao trabalho escravo, a garantia de permanente vigilância contra a exploração do trabalho infantil e da equidade salarial para igual função no campo e na cidade, entre outras. Assim, o fim deste importante ministério é uma mutilação do estado brasileiro e um ataque cruel aos direitos trabalhistas no Brasil. Estou ao lado dos trabalhadores e dos servidores do ministério para garantirmos a manutenção da pasta”, afirma Alice.

Na Bahia, apesar da extinção do Ministério do Trabalho, as unidades do Sistema Nacional de Emprego (SineBahia) serão mantidas pelo governo do estado, conforme anunciou o governador Rui Costa, por meio do secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Vicente Neto.

“O SineBahia está estrangulado com a falta de verbas, mas o governador Rui, comprometido com os trabalhadores baianos, irá manter as unidades com verbas próprias. O SineBahia tem realizado uma série de trabalho com a juventude, disponibilizando um catálogo de oferecimento de serviços e continuará abrindo novas oportunidades de emprego ao nosso povo”, finaliza a deputada.

Compartilhe isso
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: