abril 20, 2019

970×90

Bolsonaro determina que militares comemorem 55 anos do golpe de 1964

Bolsonaro determina que militares comemorem 55 anos do golpe de 1964

Porta-voz do governo, Otávio Rêgo Barros reforçou nesta segunda-feira que Bolsonaro não considera golpe o movimento que, em 31 de março de 1964, implantou a ditadura militar no Brasil. Esta ano a data completa 55 anos e terá as “devidas comemorações” por parte do atual governo.

O golpe de 1964 ocorreu após a derrubada do então presidente João Goulart e a instalação de um regime controlado pelas Forças Armadas, que perdurou por 21 anos (1964-1985) no país.

“O presidente não considera o 31 de março de 1964 [como] golpe militar. Ele considera que a sociedade reunida, e percebendo o perigo que o país estava vivenciando naquele momento, juntou-se, civis e militares. Nós conseguimos recuperar e recolocar o nosso país num rumo que, salvo melhor juízo, se isso não tivesse ocorrido, hoje nós estaríamos tendo algum tipo de governo aqui que não seria bom para ninguém”, afirmou Rêgo.

Compartilhe isso
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: