dezembro 12, 2019

970×90

Governador do Maranhão quer denunciar Bolsonaro por racismo: “É uma declaração criminosa”

Governador do Maranhão quer denunciar Bolsonaro por racismo: “É uma declaração criminosa”

O governador do Maranhão, Flávio Dino, avalia ir à Procuradoria-Geral da República contra Jair Bolsonaro pelo crime de racismo.  Nesta sexta-feira (20), após passar três dias em silêncio em virtude de um procedimento odontológico, participou de um café da manhã com jornalistas. Na ocasião, antes do início do evento, o presidente cochichou ao seu ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni que os governadores do Nordeste são “paraíbas”, e que o pior deles seria justamente Dino. 

“É uma declaração criminosa. Configura um crime, previsto na lei que trata de racismo. Ele não pode falar assim. O presidente da República, ao dizer algo desse tipo, está praticando e incentivando que outros pratiquem o crime de racismo. Se ele não se explicar, vamos tomar providências junto à PGR para apurar a atitude dele”, declarou o governador para a revista Época.

Dino também diz que pode configurar também o crime de ameaça, ao dar uma determinação a um subordinado dele, o Onyx Lorenzoni, que não dê recursos “a esse cara”. ” Isso configura uma ameaça. Eu já o cobrei no Twitter e estou esperando para ver o que é isso. Realmente é uma coisa grave. É inédito. Mesmo na ditadura, o (presidente João Figueiredo) mantinha uma relação com vários governadores da oposição, como Franco Motoro, Leonel Brizola”.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: