janeiro 17, 2020

970×90

Veja as famosas que já foram vítimas de agressões

Veja as famosas que já foram vítimas de agressões

A violência doméstica é uma realidade e nem as famosas conseguem escapar disso. Veja nas imagens a seguir os casos das celebridades que apanharam dos companheiros e tornaram públicas as agressões.

Esta semana, a a atriz e ex-modelo Luiza Brunet denunciou o ex-namorado Lírio Parisiotto por agressão. Em conversa com o jornal O Globo, a atriz contou que levou socos, chutes e teve quatro costelas quebradas durante uma briga com o empresário.

— Eu sempre tive uma família estruturada e sempre fui discreta em minha vida pessoal. É doloroso aos 54 anos ter que me expor dessa maneira. Mas eu criei coragem, perdi o medo e a vergonha por causa da situação que nós, mulheres, vivemos no Brasil. É um desrespeito em relação à gente. O que mais nos inibe é a vergonha. Há mulheres com necessidade de ficar ao lado do agressor por questões econômicas, porque está acostumada ou mesmo por achar que a relação vai melhorar.

Gretchen contou em sua biografia que foi agredida pelo ex-marido Sérgio Aversani, que é o pai de seu segundo filho. A rainha do rebolado revelou que apanhou diversas vezes e que já foi ameaçada por uma arma pelo ex.

— Sofri todo tipo de agressão que uma pessoa pode imaginar.

Em 2009, quando eram o casal queridinho do mundo do hip hop, Chris Brown agrediu Rihanna no carro, a caminho do Grammy. Na época, a cantora denunciou o rapper, que foi preso e condenado a liberdade condicional. A cantora conversou sobre a agressão com o canal americano ABC.

—Não era a mesma pessoa que diz ‘eu te amo’. Não eram aqueles… olhos.

Palmirinha também revelou que sofreu agressões do ex-marido. A apresentadora contou para o Programa da Tarde que era uma relação muito difícil.

— Ele era muito ruim, não era de ciúmes não, ele era ruim mesmo. Ele bebia, chegava em casa quebrando tudo e acabava me batendo.

Luana Piovani foi para a Justiça contra o ator Dado Dolabella em 2008 por agressão. Em entrevista para a revista Playboy, a atriz falou sobre a situação.

— Ele me deu um tapa. Me estatelei feito uma jaca. Não tenho medo. Mas não sou mulher de levar desaforo, quanto mais bordoada.

A modelo Brooke Beaton, de 27 anos, moradora do estado de Dakota do Sul, no Estados Unidos, foi covardemente agredida pelo namorado recebendo socos no rosto, nos ombros e, segundo a publicação, o homem ainda teria tentado sufocá-la dentro do carro onde estavam.

Brooke rapidamente prestou queixa na polícia e o agressor acabou sendo preso por violência doméstica e por impedir que a namorada pedisse socorro.

Sabendo que ela não era a primeiro nem a ultima mulher do mundo a passar por isso, Brooke decidiu liderar uma campanha chamada #SilenceHidesViolence – em livre tradução, “o silêncio esconde a violência”. As informações são do jornal norte-americano Argus Leader.

No dia seguinte das agressões, Brooke ligou para uma amiga fotógrafa e pediu a ela para que fizesse um ensaio fotográfico. A ideia era mostrar para quem quisesse ver as marcas das agressões que recebeu.

Em junho de 2015, Juliana Guerin, Miss Bumbum do Distrito Federal 2013, teria sido sofrido um ataque por um rapaz chamado Thiago Mendonça dos Santos, após uma briga numa lanchonete. O confronto teria se iniciado em uma boate em frente ao local horas antes.

Segundo Juliana, a namorada de Thiago cismou com ela e algumas amigas que estavam no mesmo camarote que eles. A moça teria jogado bebida nela a fim de expulsá-la. Fora da boate, a modelo e suas amigas se confrontaram com Thiago e a namorada.

Segundo a miss, Thiago é acusado de ter agredido Juliana fisicamente. Já Caio Padilha, um amigo de Thiago que estava na confusão, é acusado de injúria e difamação. Juliana teve na época o rosto todo machucado e escoriações no braço. Com informações Facebook / IstoÉ / Tv Record.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: