outubro 23, 2018

970×90

Bahia empata em 0 a 0 com o Palmeiras na Copa do Brasil; VAR rouba a cena

Bahia empata em 0 a 0 com o Palmeiras na Copa do Brasil; VAR rouba a cena

O Bahia empatou sem gols com o Palmeiras na noite de hoje (2), no confronto de ida nas quartas de final da Copa do Brasil disputado na Arena Fonte Nova. Com o resultado, o time baiano precisa vencer o jogo de volta, no dia 16 de agosto, na Allianz Arena.

O destaque da partida ficou por conta do uso do árbitro de vídeo, que anulou o cartão vermelho dado ao volante Gregore. O próximo compromisso do Bahia agora é diante do Fluminense, no domingo (5), contra o Fluminense, desta vez pela Série A do Brasileirão.

A história do jogo – O Palmeiras dominou o Bahia nos minutos iniciais e pressionou o goleiro Anderson a fazer boas defesas. Em uma das subidas ao ataque, Dudu aproveitou a bola na ponta esquerda e chutou na saída do arqueiro tricolor, mas ele defendeu e mandou para longe. No comando das ações ofensivas do time da casa, Zé Rafael puxava os contra-ataques e chegou a deixar Gilberto na cara do gol para marcar, mas o camisa 9 chutou para fora.

Depois do ímpeto ofensivo palmeirense, o Esquadrão de Aço começou a tomar as rédeas do jogo. Mesmo sem criar chances de perigo, Zé Rafael continuava ameaçando em contra-ataques, mas esbarrava na falta de pontaria dos companheiros. A partida foi para o intervalo sem gols.

A emoção ficou para a etapa final. No segundo tempo, o Bahia ameaçou e teve as melhores chances, obrigando Weverson a se virar na defesa para afastar o perigo da área. Em lance de contra-ataque, o árbitro Anderson Daronco anotou pênali e expulsou o volante Gregore após falta em Arthur dentro da área. No entanto, com intervenção do árbitro de vídeo, ele voltou atrás e deu apenas amarelo. Na cobrança, Bruno Henrique mandou uma bomba no travessão e desperdiçou a cobrança.

O lance esfriou o jogo, que teve ainda um cartão vermelho aplicado contra Deyverson, após cotovelada que acertou o lateral-esquerdo Mena. Com nove minutos de acréscimo, a partida ficou morna no fim, com o Bahia arriscando em jogadas pelas pontas para furar a defesa palmeirense.

Compartilhe isso
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde