julho 15, 2018

970×90

Central das Creches do Brasil, rebate secretaria de educação de Salvador

Central das Creches do Brasil, rebate secretaria de educação de Salvador

Referente a nota publicada pela secretaria municipal de educação da capital baiana, a Central das Creches do Brasil, classifica como vergonhoso o comportamento do secretário de educação de Salvador, Bruno Barral, de apontar a greve geral dos professores como movimento político. Para o presidente da Central das creches, Cleriston Silva, o secretário Barral mostra total desrespeito com a categoria dos professores em Salvador. “Não podemos aceitar esse comportamento grosseiro de um secretario de educação, que deveria tratar com respeito os professores que cuidarão da educação de nossos filhos, preparando para o futuro”, observa Silva.

O presidente da Central ainda chama a atenção da população, para apoiar a greve e afirma que a partir de amanhã 40 mil alunos das creches públicas e conveniadas de Salvador ficaram sem aula por tempo indeterminado. Toda greve sabemos que traz prejuízo para a população, mas infelismente o prefeito ACM Neto não nos dá escola, queremos reajuste no vale alimentação, aumento salarial, fardamento para os alunos, merenda escolar regular, vistoria de manutenção das unidades regulares para evitar acidentes e o pagamento das creches conveniadas que a prefeitura não paga a 7 meses, finaliza Silva.

abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde